FURTO DE OVNIS ATINGE RECORDE NA LULILÂNDIA

08/10/2008

Por Abelardo Ofelício

mais uma vitima da ficção cientifica.

Teobaldo Apolinário: mais uma vítima da ficção científica.

O comerciante de formigas Teobaldo Apolinário é apenas mais um na crescente estatística de furto de Ovnis na cidade Lulínica. Com 342 anos e há 153 no ramo do comércio de insetos, Apolinário havia acabado de encerrar o financiamento do seu Ovni e, como hobby, apreciava as visitas ao planeta Terra, onde encontrava uma extensa variedade de seres humanos que serviam de objeto para as suas pesquisas.

Segundo o Diretor do Departamento de Roubos e Furtos de Ovnis, Leônidas Patavin, o crescimento das ocorrências “coincide com o aumento no número de séries de televisão terráqueos do gênero ficção-científica, (risos), uma mania dos habitantes do planeta, que especulam sobre nossas atividades de pesquisas intergaláticas, o biotipo alienígena e nossas abduções”, afirma ele, explicando que alguns habitantes da Lulilândia descobriram esse filão e agora faturam alto com a venda da frota lulínica para produções televisivas do gênero.

Em paralelo a esse mercado negro, cresce a indústria das empresas especializadas em seguros de Ovnis. Seu Apolinário é um dos novos clientes das seguradoras. “A Lulilândia sempre foi um lugar quieto, calmo, sem criminalidade. A interação com os seres humanos está fazendo alguns habitantes sofrerem regressões morais. Agora somos obrigados a destinar uma altíssima quantia em cervejas para assegurarmos os nossos discos voadores. Uma pena, realmente. Esse final de semana, já cancelei o churrasco”, lamenta.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: