Lembranças Cristalinas

27/02/2010

Mais um da série, dessa vez um poema de Tânia Oda, coisa mais linda.



cristalina inocência


hoje eu acordei meio só

mas tava tudo bem

e deu vontade de cuidar de mim

tentei lembrar do que eu gostava mesmo

quando eu tinha tempo

tava chovendo até no sertão

lembrei que na lulilândia

não tem tempo ruim

e cheguei lá sequinha e feliz

não encontrei ninguém em casa

mas um monte de recados

aceitei um convite por mim

agora eu tenho lulina cristalina

(minha lembrança da lulilândia)

to tentando contar

mas nunca tem fim

tem muitas minhocas na minha cabeça

e eu não cheguei nem no começo

ta repetindo desde às quinze

porque hoje já é ontem

cristalina

me fez apagar 289 mensagens

de sentimentos vencidos

cristalina

tem essência

e coisas que mudam

excêntrica

você ia ver

que eu gostei muito sim

danço sem perceber

não paro de escrever

até parou de chover.

One Response to “Lembranças Cristalinas”

  1. Says:

    ai que linda! obrigada!🙂


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: